HISTÓRIA

Do Projeto Experimental de Formação para o Desenvolvimento de Microrregiões Rurais (Messejana - 87/90) à ESDIME - Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste.

Fruto do debate, conceção e realização de programas de formação com vista ao desenvolvimento empresarial e regional no seio do Movimento Cooperativo Português e Europeu, e da vontade de intervir positivamente na sua terra de origem, José Carlos Albino concebeu, no quadro da Federação de Cooperativas de Produtores de Serviços, o Projeto Experimental de Formação para o Desenvolvimento de Microrregiões Rurais.

Financiada pelo Fundo Social Europeu, a iniciativa visava experimentar um conjunto de metodologias e estratégias com vista à contribuição efetiva da formação para a revitalização de microrregiões do mundo rural. Com cerca de 1500 habitantes, a freguesia de Messejana, no concelho de Aljustrel e distrito de Beja, apresentava, após o encerramento de uma unidade fabril que empregava perto de 100 colaboradores, uma taxa de 50% de desemprego e défice de atividades com autossustentação económica.

O projeto teve por objetivo desencadear um processo de mudança, através da promoção da autoiniciativa dos formandos no sentido de criação de uma sociedade, associação ou cooperativa, capaz de apoiar o desenvolvimento dos seus projetos profissionais, da freguesia e da sub-região, numa lógica de sustentabilidade.

Se, durante os dois primeiros anos, a ESDIME funcionou como uma organização dominantemente concelhia, sem programas próprios de atuação, dando apoio a projetos de criação de microempresas, principalmente de autoemprego (Programa ILE – Iniciativas Locais de Emprego), viu depois a sua intervenção alargada à sub-região, apoiando microempresas, fazendo atendimento específico a mulheres (Programa NOW) e realizando três Ações de Formação à Motivação.

As parcerias com instituições, autarquias, associações e empresas, condições imprescindíveis para a realização de um trabalho consensualizado e eficaz, multiplicaram-se durante este período, sendo hoje reconhecido à ESDIME – Agência para o Desenvolvimento Local do Alentejo Sudoeste o mérito pela multiplicidade de projetos desenvolvidos e rede de relações com demais entidades intervenientes no território.

Com sede em Messejana, no concelho de Aljustrel, a ESDIME é hoje uma Cooperativa de Solidariedade Social e Organização Não-governamental para o Desenvolvimento, que promove ações e projetos de desenvolvimento local, apostando na capacitação das pessoas, estimulando a iniciativa empreendedora e o exercício da cidadania, através da dinâmica associativa e da qualificação das comunidade e das organizações. 

ESTATUTOS

 

  • Cooperativa de Solidariedade Social, Sem Fins Lucrativos
     
  • Entidade Formadora Acreditada pela DGERT, desde 1998
     
  • Organização Não Governamental Para o Desenvolvimento (ONGD) / Lei n.º 66/98, de 14 outubro, desde 2012
     
  • Pessoa Coletiva de Utilidade Pública / Lei n.º 66/98, de 14 outubro, desde 2012
     
  • Entidade certificada ISO 9001:2008 (2015) e ISO 9001:2015 (2017) pela APCER – Sistema de Gestão da Qualidade 

ÓRGÃOS SOCIAIS (2019-2022)

Conselho de Administração
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Presidente
Madalena Alves
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Vogal
Daniel Correia
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Vogal
Isabel Benedito
Conselho Fiscal
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Presidente
Conceição Silva
Vogal
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Vogal
António Matias
Assembleia Geral
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Presidente
Município Castro Verde
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Vice-Presidente
Município Aljustrel
Imagem predefinida dos utilizadores que não têm fotografia
Secretário
Município Ferreira do Alentejo

PRINCÍPIOS E VALORES

 
VISÃO
  • Coesão territorial e sustentabilidade. 

 

MISSÃO
  • Contribuir para o desenvolvimento sustentável dos territórios e das comunidades, numa lógica de inovação e empreendedorismo.

 

VALORES
  • Cooperação
  • Inovação
  • Empreendedorismo
  • Proximidade
  • Sustentabilidade
  • Igualdade
  • Responsabilidade social 

OBJETIVOS

 

  • Valorizar e capacitar as pessoas, as organizações e o território
     
  • Apoiar o empreendedorismo e a iniciativa local
     
  • Potenciar o desenvolvimento sustentável
     
  • Desenvolver projetos de cooperação
     
  • Diagnosticar e produzir conhecimento de apoio às intervenções no território

APCER selo de qualidade

Financiadores