Esdime apoia pequena agricultura

Enquanto Grupo de Ação Local (GAL) com intervenção nos concelhos de Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Ferreira do Alentejo e Ourique, a ESDIME tem apoiado o escoamento da produção local em tempos de pandemia, através da criação e dinamização do Programa Alimentar Local e da abertura de avisos de concurso à medida Cadeias Curtas e Mercados Locais.

Criado, em meados de abril, com o objetivo de aproximar quem consome de quem produz, o Programa Alimentar Local consiste numa rede supramunicipal de distribuição de produtos locais diretamente ao domicílio, que envolve já 80 produtoras e produtores dos cinco concelhos. A informação pode ser consultada na página do Programa no facebook e no instagram.

Estão ainda a decorrer, até 29 de maio, as candidaturas à medida Cadeiras Curtas e Mercados Locais, que visam dinamizar a criação de cadeias curtas de distribuição agroalimentar e modelos de comercialização de proximidade de produtos agrícolas e transformados.

Os avisos destinam-se especificamente para o apoio às cadeias curtas, pondo em prática a simplificação e flexibilização introduzida nos normativos legais, em concreto a Portaria n.º 86/2020.

Neste âmbito, destaca-se a elegibilidade de despesas incorridas a partir de 5 de abril de 2020, independentemente da data de apresentação da candidatura, e ainda a possibilidade de um apoio às agricultoras e aos agricultores no valor de 48 euros por deslocação aos mercados locais ou outros pontos de entrega. Trata-se de uma medida prática que garante algum suporte financeiro às pequenas produtoras e produtores, agora que os mercados vão reabrindo um pouco por todo o país.

A medida é gerida pelos GAL localmente no âmbito da Abordagem LEADER/DLBC do PDR2020 Programa de Desenvolvimento Rural e pode ser consultada em www.esdime.pt.

Cientes dos novos desafios que surgiram como consequência da pandemia que afectou o país, os Grupos de Acção Local redobraram a sua atenção na definição de soluções para uma resposta rápida na ajuda a quem produz nos territórios rurais.

Neste sentido foram disponibilizadas respostas imediatas perspetivando o escoamento das produções locais que se consubstanciaram na abertura, recentemente, de 49 avisos de concurso à medida Cadeias Curtas e Mercado Locais e a disponibilização de um apoio a fundo perdido superior a 4,5 milhões de euros.

Estas alterações, enquadram-se num conjunto de medidas excecionais e temporárias, em tempos de COVID-19, com o objetivo de “promover e agilizar os canais de comercialização de produtos alimentares locais, alargando as possibilidades de escoamento da produção, promovidas pelo Ministério da Agricultura com o envolvimento dos Grupo de Ação Local e da Federação Minha Terra, entre as quais se destaca também a campanha e plataforma Alimente quem o alimenta, que reúne já mais de 900 produtoras e produtores e regista perto de 100 mil visualizações desde meados de abril.

APCER selo de qualidade

 

 

 

 

PDR 2020  Leader 30 anos  Alentejo 2020Portugal 2020Fundo Social EuropeuFundo Europeu do Desenvolvimento RegionalFundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural