O PROJETO

 

O projeto COOPERA_RS surge no âmbito da Estratégia de Eficiência Coletiva (EEC) Provere “Valorização dos Recursos Silvestres do Alentejo” e foi desenhado de forma participada entre os parceiros, na fase preparatória da segunda fase dos Proveres, como resposta aos constrangimentos identificados ao nível dessa EEC.

 

Visa a profissionalização e sustentabilidade das fileiras associadas aos recursos silvestres do Alentejo, assumindo-se como um projeto para a qualificação empresarial coletiva, que atua sobretudo ao nível dos aspetos críticos identificados, sejam estes específicos ou transversais.

 

A operação concentra-se em diferentes tipologias de abordagens, mas sempre em estreita colaboração com os parceiros da EEC, uma vez que se pretende, com este projeto, assegurar uma maior articulação entre o tecido empresarial e o território de intervenção, num espírito de cooperação interempresarial e interinstitucional.

 

 

Ficha de Projeto FEDER

 

FICHA DE PROJETO

INÍCIO: 1 de Novembro de 2018

FIM: 30 de Junho de 2021

OBJETIVOS

 

  • Promover soluções de cooperação entre os diversos intervenientes da Estratégia de Eficiência Coletiva (EEC) Provere “Valorização dos Recursos Silvestres do Alentejo” e assegurar as condições necessárias para que os recursos silvestres e produtos associados possam constituir uma base motora para o desenvolvimento económico e empregabilidade da região de intervenção, envolvendo os municípios e os Grupos de Ação Local (GAL), em conjunto com o tecido empresarial

     
  • Promover a estabilização, sustentabilidade, competitividade e profissionalização das fileiras associadas ao foco temático da EEC, consolidando os investimentos realizados na EEC anterios

     
  • Estimular a criação de valor em toda a fileira, por via da qualificação dos diferentes intervenientes

ATIVIDADES

 

  • Mapeamento de recursos logísticos (transformação/incubação/experimentação) potencialmente partilháveis

     
  • Estudo de soluções de cooperação ao nível da partilha de recursos

     
  • Ações de sensibilização para os fatores críticos de competitividade, identificados por fileira (caça, pesca, apicultura, plantas aromáticas e medicinais, medronho, cogumelos e figo-da-índia)

     
  • Ações de capacitação/qualificação para os fatores críticos de competitividade, transversais e comuns às fileiras dos recursos silvestres (marketing e criação de novas marcas, produção e comercialização em agricultura biológica, inovação/criação de valor na fileira e organização da produção)

     
  • Levantamento de ideias inovadoras em torna da produção/transformação/recriação de produtos à base dos recursos silvestres e sistematização das mesmas numa Bolsa de Ideias de Negócio

     
  • Mapeamento de soluções de financiamento alternativas, adequadas à criação de valor a partir dos recursos silvestres
     

TERRITÓRIO DE INTERVENÇÃO

  • Concelho de Aljustrel
  • Concelho de Almodôvar
  • Concelho de Alvito
  • Concelho de Barrancos
  • Concelho de Beja
  • Concelho de Castro Verde
  • Concelho de Cuba
  • Concelho de Ferreira do Alentejo
  • Concelho de Mértola
  • Concelho de Moura
  • Concelho de Ourique
  • Concelho de Serpa
  • Concelho de Vidigueira
  • Concelho de Odemira

 

EQUIPA TÉCNICA E CONTACTOS

EQUIPA TÉCNICA:

Marta Cortegano - Coordenadora do Coopera_RS

 

CONTACTOS:

ESDIME – Centro de Apoio ao Desenvolvimento
Rua Timor Lorosae, nº12
7780 – 142 CASTRO VERDE


Tel: 286 328 471
Email: marta.cortegano@esdime.pt

 

PARCERIAS

cimbal

logos

FINANCIAMENTO

2020

ALENTEJO2020- SIAC – Sistema de Incentivos às Ações Coletivas

 

APCER selo de qualidade

Financiadores